• Rafaela Cândido de Lima

O CDH declara oficialmente o início dos debates sobre a Precarização do Trabalho

Bárbara e Rafaela – CDH – Primeira Sessão

Nesta sexta-feira (01), o Conselho de Direitos Humanos se reuniu para dar início aos debates sobre a “Precarização do trabalho”. A pauta é responsável por trazer à tona os países da África, América, Europa e Ásia com o objetivo de tratar as causas que acarretam a precarização trabalhista e os impactos no desenvolvimento das nações.


A precarização do trabalho origina dos resultados das relações trabalhistas estabelecidas desde a antiguidade, passando por diversas mudanças ao longo do tempo. Com isso, a partir da industrialização, iniciou-se a organização trabalhista que conhecemos até os dias atuais, com o trabalho assalariado e com jornadas de horas pré-delimitadas. Porém, devido às condições insalubres, foi criada a Declaração Universal dos Direitos Humanos que fortalece os direitos trabalhistas.


O problema apontado afeta as nações que acabam por ter elevadas taxas de desemprego, condições desiguais no ambiente de trabalho, assim gerando a miséria em parte da população. Dessa forma, abordando essa pauta, as delegações executaram suas devidas apresentações iniciais, apontando problemas e pontos positivos dentro de seus respectivos países.


Com isso, inseridos dentro da primeira sessão, foram feitas propostas de debates relacionados à uberização do trabalho, crianças, mulheres, negros e a comunidade LGBTQIA+ dentro desse meio. Os assuntos tornaram-se permanentes devido aos problemas gerados dentro da sociedade como o preconceito e a desigualdade.


Foto por: Carlos Eduardo



33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Durante o debate moderado: Israel: “As senhora gostariam de gravar em outro lugar?” Jornalistas: “não obrigada” Diretor Ig: “A mesa endossa então o início da redação da Proposta de ResoluCIÓN” Diretor

"O México dividia, divide e continuara dividindo a América Central" - México. "O senhor dispõe de...Peraí q a mesa é de humanas" - Mesa. "FUDEU, encerro meu discurso" - França. "A angola dispõe de um

Delegado da Coreia do Norte finalizando discurso: "e é sobre isso!" Índia ao iniciar discurso: "Minha delegacia declara:" Cuba afirma: "Não falarei mais sobre sanções econômicas, falarei agora sobre e